Por Paulo Alas Rossi

En Portugués, única versión disponible.

 

RESUMO: Em 2009, o Governo Federal brasileiro lançou o programa social de provisão habitacional Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV). Àmedida que os conjuntos habitacionais foram sendo construídos, críticas em relação à inadequação da localização se tornaram frequentes, fenômeno referido pela academia como a periferização dos pobres. Neste estudo, faço uma análise crítica do PMCMV-FAR, principal modalidade subsidiada do programa, à luz do fenômeno daperiferização dos pobres. Concluo que ao privilegiara produção habitacionalem escala compatível com o dinamismo econômico desejado, o programa disseminou um senso de urgência e competição que contribuiu para abaixa disposição dos atores-chaves da modalidade PMCMV-FAR em produzir conjuntos habitacionais mais bem localizados…

 

+ Leer/descargar el documento de trabajo de Paulo completo (en Portugués)

 

 

Este programa es apoyado por la JULIEN J. STUDLEY FOUNDATION
y la UNIVERSIDAD NACIONAL DE SAN MARTIN

 

 

 

Tags: , ,